Terca-Feira, 16 de Outubro de 2018
Servidores/as rejeitam contraproposta da Prefeitura de Diadema

Na assembleia realizada no dia 19 de abril de 2018, na sede do Sindema, os/as servidores/as Municipais de Diadema rejeitaram, por unanimidade, a contraproposta formalizada pela Prefeitura por meio do Ofício 024 (confira o oficio aqui http://www.sindema.org.br/maso/uploads/publicacoes/publicacao_23.pdf

Nesta contraproposta, Prefeitura de concreto, acenou apenas com o reajuste da inflação (2,54%) nos vales alimentação e refeição, a partir de maio.

A reposição da inflação deste ano e do ano de 2017 foi condicionada, de acordo com o documento enviado pelo Governo, aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal e a “formalização do parcelamento com o IPRED”.

Ora, que o reajuste está condicionado a Lei de Responsabilidade Fiscal, os SERVIDORES/AS já sabem – já que foi essa a alegação usada pelo Governo Lauro Michels para arrochar os salários em 2017 e deixar os/as salários sem a reposição da inflação, agora condicionar o reajuste à “formalização do parcelamento com o IPRED” é querer que os/as trabalhadores/as sejam ‘avalistas’ do governo para a negociação da sua dívida com o IPRED já é demais!

Os/as servidores/as, reunidos na Assembleia, deram seu recado ao Governo – não aceitarão condicionar a reposição salarial a mais esta ‘imposição’ da Administração Municipal! 

Vale lembrar que a contraproposta rejeitada pelos/as trabalhadores/as, além de “condicionar” o pagamento da inflação, prevê o parcelamento desta reposição em 3 vezes: uma parcela referente a inflação de março de 2017 a fevereiro de 2018 em maio (2,54%) e a inflação de março de 2016 a fevereiro de 2017 em duas parcelas: a 1a parcela de 2,21% em dezembro de 2018 e a 2a parcela de 2,22% em janeiro de 2019. Ou seja – é uma péssima proposta, em todos os sentidos, para os/as servidores/as municipais de Diadema!

Além de rejeitar a contraproposta da Administração, um plano de mobilização, com nova assembleia para o dia 10 de maio e com indicativo de Paralisação para o dia 17, foi aprovado pelo conjunto da categoria, que vai à luta contra o arrocho salarial e em defesa de seus direitos!

Calendário de Mobilização

* Dia 27 de abril, das 10 às 21 horas: Armazém e Feira de Produtos Orgânicos no Sindema

Rodas de Conversa sobre Agroecologia, Agricultura Familiar e Reforma Agrária; Venda de Produtos Orgânicos advindos da Agricultura Familiar (MST) e atrações Culturais.

* Dia 01 de maio, a partir das 12 horas, na Praça da República

 Ato 1º de Maio da Resistencia Em Defesa da Democracia, dos Direitos, dos Empregos, dos Salários e da Aposentadoria.

*Dia 08 de maio, às 18 horas, no Sindema: Reunião do Comando de Mobilização

*Dia 10 de maio, às 18 horas: Assembleia Decisiva da Campanha Salarial 2018

*Dia 17 de maio: Indicativo de Paralisação - Assembleia e Ato na Câmara

Se não tiver proposta decente é PARALISAÇÃO E GREVE!

A HORA É AGORA! QUEM LUTA CONQUISTA!


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos
Estação
Click
X