Terca-Feira, 16 de Outubro de 2018
MOBILIZAÇÃO AVANÇA E PREFEITURA REABRE NEGOCIAÇÃO SALARIAL

PARALISAÇÃO EM DEFESA DOS SALÁRIOS E DO IPRED MOSTROU DISPOSIÇÃO DE LUTA DOS/AS SERVIDORES/AS MUNICIPAIS E REABRIU AS NEGOCIAÇÕES COM A PREFEITURA.

 

No dia 24 de Maio, os servidores e servidoras municipais de Diadema de todas as secretarias, marcaram presença na sede do Sindicato com muita disposição de luta em defesa dos salários e da aposentadoria. A paralisação foi forte e mostrou que dia a dia avança a mobilização do funcionalismo, que exige respostas concretas da Prefeitura.

No meio da manhã, saíram em passeata até a sede do IPRED, protestando contra o acúmulo de dívidas sobre dívidas e o sistemático atraso no repasse da parte patronal pela Prefeitura. Além do pagamento da dívida, exigimos a criação de mecanismos que assegurem o repasse em dia da parte patronal, com total transparência em relação aos dados do Instituto e da sua saúde financeira.

Na parte da tarde os servidores foram até a Câmara Municipal exigir solução  para o pagamento da dívida do Ipred e que a Prefeitura reabra a negociação em torno da campanha salarial, com a apresentação de uma proposta decente de reajuste salarial para a categoria. A forte pressão surtiu efeito e a Prefeitura marcou nova rodada de negociação para o dia 28 de maio. Ao mesmo tempo, os vereadores aprovaram em primeira votação o projeto de parcelamento da dívida, ficando a segunda votação para o dia 30 de maio.

Foi a força da nossa mobilização que obrigou a prefeitura a sair da sua posição de intransigência e reabrir as negociações da campanha salarial. Agora é hora de intensificarmos ainda mais nossa luta e deixar claro para a Prefeitura que a solução do impasse passa pela apresentação de uma nova proposta de reajuste salarial, avançando em relação à proposta que já foi rejeitada pela categoria. 

Em assembleia realizada em frente à Câmara Municipal, a categoria aprovou a intensificação da nossa luta e a realização de nova assembleia no dia 29 de maio às 18 horas no Sindema, para deliberar sobre a continuidade do movimento e sobre a posição que a Prefeitura apresentar na reunião de negociação marcada para o dia 28 de maio.

A hora é de luta e o recado já foi dado: não aceitaremos arrocho salarial, exigimos proposta decente de reajuste e que a saúde financeira do Ipred seja garantida! 


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos
Estação
Click
X