Terca-Feira, 16 de Outubro de 2018
Sindema é contra o Mandato Tampão e defende Eleição e a Gestão Democrática nas escolas

Como ocorreu em anos anteriores, a Secretaria de Educação alega que não há tempo para organizar o processo de eleição para a diretor/a e vice diretor/a das escolas, prevista para este ano e quer mudar a lei para que os atuais diretores/as permaneçam no cargo por mais um ano: É o chamado mandato tampão.

Diante dos rumores na rede de que o Governo Lauro Michels pretende enviar para a Câmara de Diadema novo Projeto de Lei que altera o Estatuto do Magistério e prorroga o mandato dos atuais Diretores/as e Vice-Diretores/as, o Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema vem a público se manifestar contra o “mandato tampão”, em defesa da realização de eleições neste ano de 2018 conforme prevê o nosso Estatuto do Magistério. 

O processo de eleição direta é o método mais democrático de gestão escolar e precisa ser aperfeiçoado e valorizado. A  participação da comunidade escolar no processo de gestão da educação básica municipal faz parte do histórico de lutas e conquistas da educação pública de Diadema.

A eleição para diretores/as e vice-diretores/as em nossa cidade é referência no país e atende à meta 19 do PNE e aos princípios nacionais em prol da gestão democrática como prevê os Artigos 3º e 14º da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Vamos à luta para impedir retrocessos na Educação em Diadema!

 


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos
Estação
Click
X