Quinta-Feira, 27 de Janeiro de 2022
28 de outubro de 2021: um dia de luta do funcionalismo público em todo país

Nesta quinta-feira (28), data em que se celebra o Dia das Servidoras e Servidores Públicos, a direção do Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema esteve presente na manifestação contra a PEC 32 que aconteceu na capital paulista, além de cidades de todo país, e reuniu milhares de trabalhadoras e trabalhadores do serviço público das esferas municipal, estadual e federal.

Antes de se dirigir à praça da República, o Sindema participou da mobilização das servidoras e servidores públicos da capital paulista contra o projeto de lei n° 07/2021, de autoria do prefeito Ricardo Nunes (MDB), que aumenta o desconto nos salários, aposentadorias e pensões em 14%.

Em seguida, a manifestação unificada das centrais sindicais contra a PEC 32 marchou da praça da República e se somou ao protesto dos servidores da capital em frente à Câmara Municipal.

Ritchie Soares, presidente do Sindema, participou dos atos e deixou uma mensagem para todas e todos os servidores neste dia de luta do funcionalismo em todo país contra a PEC 32 e todos projetos de lei que retiram direitos e precarizam os serviços públicos.

“Muito importante estarmos neste grande ato aqui na capital. Um ato que marca a luta contra os grandes desafios que estamos vivendo em nosso país nos últimos anos. São ataques orquestrados pelo governo Bolsonaro, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a retirada de direitos com João Doria e Ricardo Nunes”, comentou.

Ritchie aproveitou a oportunidade para também parabenizar todas e todos os servidores que, em sua opinião, “lutam diariamente contra todo tipo de adversidade, falta de estrutura, assédio moral e a falta de valorização, mas que continuam firmes na defesa de uma sociedade mais justa e mais igualitária com serviços públicos de qualidade”.

“Quero parabenizar todas e todos os funcionários públicos que estão nas ruas hoje protestando contra a PEC 32. Hoje é um dia de luta e por isso estamos aqui. Não aceitamos nenhum direito a menos”, declarou.

Por fim, Ritchie lembrou: “foram esses servidores que estão aqui protestando que estiveram na linha de frente no enfrentamento à pandemia, que garantiram os ensinos nas escolas e ajudaram a sociedade a enfrentar este momento de crise sanitária que estamos vivendo. Fora, Bolsonaro, Doria, Ricardo Nunes e todos os inimigos da classe trabalhadora!”.


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos